Testamos o GLC Coupé, que parte de R$ 299.900

WILSON TOUME
Da Motorpress, em São Paulo (SP)
22/02/2017 12:20
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé
Mercedes-Benz GLC 250 4Matic Coupé

A disputa cada vez mais acirrada no segmento de SUVs em todo o mundo não só fez surgir modelos para todos os gostos (e bolsos), como acabou criando subcategorias. No Brasil, a mais popular delas é a dos compactos, mas agora acaba de surgir mais uma: a dos SUVs cupês médios. 

Caimento acentuado da Coluna C e lanternas inspiradas no Classe S são charme do novo GLC 250 Coupé

Antes de prosseguir, vale explicar: embora a sul-coreana SsangYong tenha lançado o Actyon em 2005, a BMW ficou com a fama de ter criado o primeiro SUV cupê (X6) em 2008. De olho no sucesso do rival, a Mercedes entrou na disputa em 2015 com o GLE Coupé, e a Audi promete lançar o seu Q8 ainda neste ano.

Motor 2.0 turbo rende 211 cv e 35,7 kgfm de torque

Bem-sucedida com o X6, a BMW repetiu a receita com um modelo menor, e em 2014 lançou o X4 (versão cupê do X3), que passou a ser oferecido no Brasil no ano seguinte. E embora tenha sido apenas o 36º SUV mais vendido no país em 2016 de acordo com a Fenabrave, com 736 unidades, o X4 acaba de ganhar um rival de peso: o Mercedes-Benz GLC Coupé.

Porta-malas tem capacidade para 645 litros de volume

Construído sobre a base da Classe C, o modelo compartilha boa parte de seus componentes com o GLC “convencional”. Sua principal atração, obviamente, é a traseira com formato de cunha, que confere aparência mais esportiva e jovial. De acordo com a fabricante, a ideia é conquistar consumidores com essas características.

Cabine do GLC é idêntica ao restante da Classe C

Não basta trocar a tampa traseira para adotar o “estilo cupê”. As colunas dianteiras são mais inclinadas e o carro ficou mais baixo se comparado ao SUV. Na dianteira, a grade traz pequenos pontos cromados que conferem requinte ao carro. Os faróis de LED com sistema Intelligent Light System (que ajusta o facho a diversas condições automaticamente) proporcionam ótima visibilidade.

Apesar do teto mais baixo, espaço para cabeça é bom atrás

O melhor é que, embora seja 4 cm mais baixo que a versão original, o GLC Coupé não prejudica o conforto para os passageiros. Atrás, o teto possui um rebaixo para acomodar a cabeça dos ocupantes mais altos, enquanto para as pernas o espaço é mais do que adequado.

GLC 250 4Matic Coupé parte de R$ 299.900

Na parte mecânica, o novo GLC Coupé conta com o mesmo conjunto oferecido na configuração SUV: motor 2.0 de quatro cilindros, com 211 cv e 35,7 mkgf acoplado ao câmbio automático 9G-Tronic de nove marchas. O modelo ainda conta com o sistema Dynamic Select, que seleciona o modo de condução desejado (Eco, Comfort, Sport, Sport+ ou Individual), alterando as respostas do motor e da suspensão. 

Ficha técnica e nossas medições do GLC 250 4Matic Coupé

No uso diário, não se percebe grandes diferenças no comportamento do Coupé comparado ao do SUV. O carro é confortável e exibe muita agilidade no trânsito ou em rodovias, enquanto o consumo está dentro do esperado para esse tipo de veículo. Disponível em versão única, o GLC 250 Coupe 4Matic custa R$ 299.900 e é bastante competitivo na comparação com seu rival.