Toyota revive jipe em conceito no Salão de NY

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
12/04/2017 13:48

FT-4X é aposta aventureira da Toyota

A Toyota mostrou nesta quarta-feira (12) no Salão de Nova York, nos Estados Unidos, o que poderá ser a evolução do jipe FJ Cruiser. Batizado de FT-4X, o conceito traz linhas "grosseiras charmosas" claramente inspirada no modelo passado para cativar um público mais jovem apegado a pequenas aventuras fora de estrada.

Linhas da FT-4X revela grosseria charmosa, segundo fabricante

Visualmente, o FT-4X não se parece com nenhum dos modelos de produção atuais do portfólio da Toyota. A identidade visual frontal se assemelha a um X, assim como a traseira, devido ao formado dos parachoques e a maneira que se unem à grade frontal e à tampa do porta-malas. A silhueta, abruptamente reta atrás, num ângulo de quase 90º de inclinação da coluna C, se distancia da abordagem moderna dos utilitários esportivos, mas faz referência do Fj Cruiser e cria personalidade própria ao conceito.

Inteiror é todo funcional, com soluções para vida aventureira

Feito sobre a plataforma modular compacta TNGA, o FT-4x é notavelmente menor que o antigo Fj Cruiser: são 20 cm mais próximo do chão e 40 cm menor em comprimento, mas apenas alguns centimetros menor na distância entre-eixos pelas rodas mais próximas às extremidades do carro e melhor aproveitamento da cabine (característica da arquitetura). 

Dimensões do conceito são menores do que o antecessor FJ Cruiser

O conceito é recheado de soluções propícias para a vida fora de estrada, acampamentos, etc. O teto reto facilita o transporte de carga, assim como os bancos rebatíveis da cabine (que formam um assoalho plano). A traseira do veículo conta com tomadas para carregar algum dispositivo elétrico num acampamento e o inteiror do carro ainda traz porta-objetos aquecídos ou refrigerados e uma cama inflável armazenada abaixo da segunda fileira de bancos. 

Visual do FT-4X é diferente do padrão global atual da Toyota

Ainda que o FT-4X só um mero estudo, o estudo californiano de design que o desenvolveu já pensou em soluções para que o modelo possa tomar formas de produção, como um cofre de motor apropriado para blocos de quatro cilindros, tração integral e conjunto de suspensão McPherson na frente e braços sobrepostos atrás.