Toyota Hilux vai bem em segurança; March decepciona

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
15/12/2015 11:02

O Latin NCAP, que avalia a segurança de veículos vendidos na América Latina em colisões, divulgou nesta terça-feira (11) o resultado do último teste de 2015, que envolveu sete modelos -- foram 23 ao longo do ano. Nesta etapa foram avaliados Volkswagen Fox, Nissan March, Nissan Versa, Hyundai Creta (futuro nacional, talvez com o nome ix25), Toyota RAV4, Toyota Hilux e Mitsubishi Montero Sport (nome do Pajero Sport para mercados que falam espanhol).

O modelo melhor avaliado foi a picape Hilux, que recebeu cinco estrelas (nota máxima) na proteção de adultos (bancos dianteiros) e crianças (banco traseiro).

Também da Toyota, o RAV4, recebeu cinco estrelas para adultos e quatro para crianças. Em seguida veio o Montero/Pajero Sport, com cinco e três estrelas.

O Creta/ix25 que deve ser lançado no Brasil em 2016 (a Hyundai não confima), ficou com quatro e três estrelas. Fox e Versa tiveram resultados intermediários, com quatro e duas estrelas.

A decepção foi o Nissan March, o pior avaliado nessa última bateria de testes: quatro estrelas para adultos e apenas uma para crianças. Segundo o Latin NCAP, seu grande problema é a falta do cinto de segurança de três pontos o assento central do banco traseiro, além da ausência do sistema Isofix (fixação de cadeirinhas) e pouca segurança em caso de impacto lateral para os passageiros traseiros.

O Nissan March teve o pior desempenho entre os sete carros avaliados

Mesmo assim, o Latin NCAP apontou uma evolução no compacto da marca japonesa. "Em 2011, o Latin NCAP ressaltou a estrutura instável do March em comparação com a versão europeia (Micra), testada pelo Euro NCAP em 2010", afirma o comunicado do instituto.

"Destacamos as melhorias que a Nissan fez neste modelo: é um claro sinal de alteração estratégica para tornar os veículos mais seguros", conclui. Em 2011, o March recebeu duas estrelas na proteção de adultos e apenas uma para crianças.