Toyota Corolla ganha facelift na Europa

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
24/03/2016 10:25

A Toyota promoveu um facelift de meia vida na linha do Corolla na Europa, conforme noticiou a companhia nesta quinta-feira (24). O sedã não passou por nenhuma alteração mecânica, mas está com estilo renovado e ganhou o pacote de tecnologia Safety Sense, que inclui recursos de segurança por laser e câmera. 

Toyota promove facelift de meia vida ao Corolla na Europa

A principal mudança no Corolla está na frente. Ao primeiro olhar já é possível perceber que ele ficou com um visual mais invocado, evidenciado pelos vincos e linhas no capô e parachoque que formam uma espécie de V, atribuindo um estilo de "flecha" ao sedã (que remete a uma abordagem mais esportiva do que conservadora, como é de costume no Corolla).

Para enfatizar ainda mais esta nova personalidade, os faróis foram afilados e alongados, abusando dos vértices, e agora contam com uma nova assinatura de LED. Os parachoques também foram redesenhados e, com frisos horizontais longos, enaltecem a largura do carro.

Atrás, a atualização foi mais tímida. Apenas o formato internos das lanternas, destacadas pelos LEDs, mudou. O restante do carro permanece como está o modelo atual vendido no Brasil. 

Além das mudanças visuais, sedã ganhou mais recursos de segurança

O trunfo da linha 2017 do Corolla é o pacote de equipamentos. De maneira inédita na gama do sedã, a Toyota incorporou recursos de tecnologia de segurança no sedã, como: alerta de colisão frontal, alerta de manutenção à faixa, leitor de placas de trânsito e faról alto automático. Não há citação sobre piloto automático adaptativo, tampouco se os alertas do Safety Sense da Toyota atuam autonomamente na condução do veículo (como acontece em outros modelos da companhia).

Sente-se falta, também, do controle eletrônico de estabilidade, item presente nos principais concorrentes do Corolla, mas que a Toyota parece deixar apenas para a próxima geração do sedã. 

BRASIL TERÁ QUE ESPERAR
Ainda não há uma data para que essas mudanças no Corolla cheguem ao Brasil. A expectativa é de que isso ocorra somente no ano que vem, mas é possível que a marca o exponha durante o Salão do Automóvel, no final do ano, para disputar atenção com a chegada na nova geração do Honda Civic. 

Em abril, o Corolla completa dois anos vendidos por aqui nesta 11ª geração do sedã japonês. Atualmente, o modelo domina o mercado de sedãs com folga e continua em ascendência no mercado. No primeiro bimestre do ano foram vendidas 9.240 unidades do Corolla que o deixaram em 7º colocando no ranking dos carros mais vendidos do Brasil, segundo a Fenabrave.