McLaren lança superesportivo 720S em Genebra

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
07/03/2017 15:39

A McLaren finalmente revelou ao mundo seu mais novo superesportivo: o 720S. Substituto do 650S e, assim como ele, pertencete à linha Super Series da fabricante inglesa, o modelo foi apresentado nesta terça-feira (7) no Salão de Genebra. Entre seus destaques está o novo chasse monobloco de fibra de carbono e o motor 4.0 V8 de 720 cv.

Novo McLaren 720S Super Series

Até ontem, quando o hiperesportivo McLaren P1 se posicionava ao lado do 650S, a uma certa distância, era difícil distinguir os modelos. Desta vez, essa distinção está mais clara. o novo 720S inaugura uma nova linguage de design na marca, que altera significativamente a identidade conhecida da McLaren.

Superesportivo estreia nova identidade visual da marca

A frente do 720S não ostenta mais o formato de "cobra" do 650S, que, pela curvatura bem sinuosa, se conectava ao parachoque. O conjunto óptico da novidade é mais tradicional, em peças exclusivas cortadas ao meio pelas assinaturas retilíneas de LED (que formam uma espécie de flechas). O capô do superesportivo atribui visual mais invocado ao 720S, especialmente por contados vincos a mais em formato de V. 

Teto abre para cima junto com as portas

Nas laterais, o 720S abandonou as entradas de ar atrás das portas. De acordo com a McLaren, a função aerodinâmica das novas linhas da carroceria (bem mais musculosas que as do 650S) cumpre o papel de levar o ar ao resfriamento do motor atrás. Curiosidade desta parte do carro é a abertura das portas. Continuam indo para cima, mas desta vez parte do teto se abre junto com as portas para facilitar o acesso à cabine. 

A traseira do lançamento também seguiu uma linha mais tradicional, assim como a frente. Lanternas menos onduladas e a dupla saída de escapamento estão numa seção superior ao parachoque, deixando de lado o efeito em "x" do 650S ali. 

720S tem 70 cv a mais que o 650S

O McLaren 720S também estreia a nova plataforma de fibra de carbono do companhia. Batizada de Monocage II, o monobloco tem como principais características a sua leveza e e rigidez torcional. Alumínio também é usado em diversas partes do carro, como paineis da carroceria. 

MAIOR E MAIS POTENTE
O motor 3.8 V8 biturbo do 650S deu lugar a um 4.0, também V8 e biturbo. Trata-se do mesmo bloco anterior, mas com cerca de 41% de conteúdo atualizado para que ele seja capaz de entregar 70 cv a mais e 78,5 kgfm de torque. De acordo com a fabricante, o 720S acelera até os 100 km/h em menos de três segundos e passa dos 200 km/h a partir dos sete segundos. 

O novo McLaren 720S já está disponível para venda na Europa. No Reino Unido ele custa 208,6 mil libras esterlinas (ou R$ 792 mil).