CR-V poderia ser produzido no Brasil

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
15/02/2017 12:30

A CARRO publicou reportagem nesta sexta-feira (17) informando que a Honda tem planos de produzir o CR-V no Brasil, segundo palavras de um de seus executivos. Mas a Honda desmentiu esse fato e essa declaração. O fato real é que tivemos acesso a informações extraoficiais de uma fonte, que disse estarem sendo desenvolvidos componentes para um CR-V nacional. Veja bem: o CR-V, até então, era importado do México, isentando-o da alíquota de importação de 35%. Mas, a partir deste ano, o modelo passará a ser fabricado nos Estados Unidos. Esse seria o motivo, segundo nossa fonte, de o modelo passar a ser montando na fábrica da Honda em Itirapina, SP, que atualmente está desativada.

Nova geração do CR-V usa um motor 1.5 turbo de 190 cv
A nacionalização do modelo permitiria uma maior flexibilização nos preços, ampliando a oferta de versões e, consequentemente, aumentaria o mercado onde o CR-V atua. A única coisa certa, no entanto, é a chegada do modelo ao Brasil no segundo semestre deste ano. Neste caso, a que tudo indica, o CR-V que viria ao pais seria o modelo 1.5 turbo, com 190 cv e tração integral.

Versão chinesa do HR-V pode inspirar facelift do SUV nacional
CARRO apurou com um grande fornecedor da Honda que dois novos modelos serão feitos na fábrica de Itirapina - que está pronta, mas segue sem operações. Além do CR-V, a marca pode transferir a produção do WR-V ou do HR-V (atualmente feitos em Sumaré, SP) para a nova unidade fabril. O SUV líder do segmento, aliás, pode passar por novidades em breve.
Novo City reestilizado chegará ao Brasil em 2018
Apresentado em 2014, o HR-V estaria se aproximando de sua reestilização. As mudanças tradicionalmente deveriam se concentrar na dianteira e podem herdar elementos do XR-V chinês. O "irmão" asiático do HR-V nacional tem um estilo com traços mais atuais, compartilhando linhas presentes nos últimos modelos da Honda, incluindo o Civic e o novo City.
Versão perua do Fit dá pistas de como será a reestilização do monovolume
Mostrado na Tailândia recentemente, o sedã derivado do Fit chegará ao Brasil em 2018. Em seguida virá o Fit reestilizado - que deve herdar alguns detalhes do Shuttle japonês -, com o novo HR-V encerrando mais um ciclo de renovação da Honda.