Challenger Demon é o mais rápido do mundo

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
12/04/2017 11:16

Após inúmeras prévias, dicas e enigmas, a FCA finalmente apresentou ao mundo o Dodge Challenger Demon. O esportivo será lançado no Salão de Nova York com metas ousadas. Segundo a marca, o cupê acelera de 0 a 98 km/h em 2s3, o que tornaria ele o modelo de produção mais rápido neste quesito. O Demon também pode ser o primeiro automóvel de produção capaz de empinar as rodas dianteiras em uma arrancada. Mas toda essa força não poderá ser aproveitada nas ruas.

Cupê tem para-lamas alargados e novas entradas de ar
A base do Challenger Demon é a já potente versão Hellcat, originalmente com 716 cv. Na versão endiabrada o motor V8 6.2 com compressor foi recalibrado para gerar até 851 cv, dosados por um câmbio automático especial de oito marchas com Transbrake. A versão também é 90 kg mais leve e tem 35% mais de tração em arrancadas do que o "gato do inferno".

O detalhe é que o Demon só chega à potência máxima com gasolina de competição, com mais de 100 octanas. E, ao contrário do que ocorria no antigo Golf GTI de quarta geração, não basta combustível especial para obter os cavalos extras: no Demon também é necessário adicionar uma ECU especifíca no motor e ativar o modo Drag de condução, quando o modelo pode tirar proveito de tecnologias como a reserva de torque

Pneus de competição podem ser usados na em via pública
Não que com gasolina comum o Demon seja lento. Nesta situação ele gera 819 cv, índice mais do que suficiente para superar seus concorrentes mais próximos. A FCA, porém, não divulgou os números de desempenho do modelo nesta faixa de potência.

Interior é idêntico ao Challenger; Volante é similar ao do Renegade
Como no Hellcat, o novo Challenger terá duas chaves. Uma, vermelha, permite o uso do carro nas duas faixas de potência máxima. A outra, de cor preta, limita o V8 a "apenas" 500 cv, o que, em tese, permitiria ao proprietário ceder seu carro a amigos, familiares e manobristas com um pouco menos de preocupação.

Motor V8 6.2 superalimentado recebeu diversas melhorias
O foco do carro, porém, é a tradicional competição de arrancada em 402 metros. A Dodge inclusive oferece, entre os pacotes de equipamento, uma versão equipada apenas com o banco do motorista. A marca não falou em preços, mas não deverá ser difícil encontrar compradores para o esportivo. O Demon será produzido em edição limitada a 3.300 unidades, sendo 3.000 exclusivas pro Estados Unidos e o restante para o Canadá.