BMW tem prejuízo com funcionários drogados

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
20/03/2017 12:57

Dois funcionários sob efeito de drogas fizeram uma linha de montagem da BMW em Munique, na Alemanha, parar por 40 minutos. Segundo o site da revista Auto Motor und Sport, os empregados foram trabalhar sob o efeito de álcool e maconha sintética, também chamada de Skunk. Eles teriam desmaiado durante o trabalho, exigindo que os colegas acionassem uma ambulância e interrompessem a linha de montagem.

Linha de montagem foi paralisada por 40 minutos por causa dos funcionários
Segundo a Auto Motor, o prejuízo pela paralisação ficou entre € 50 mil e € 60 mil, mas fontes disseram à agência de notícias DW que as perdas podem chegar aos sete dígitos. Entre os motivos das perdas estão o impacto do efeito em cadeia provocado pela interrupção e atrasos nas entregas dos automóveis. Ainda segundo a DW, um dos funcionários foi demitido e o outro foi realocado para outra área da companhia.