Kia Sportage é oriental com requinte alemão

LEONARDO BARBOZA
Da Motorpress, em São Paulo (SP)
31/07/2016 10:00
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE
KIA SPORTAGE

Seguindo o planejamento que havia divulgado no ano passado, a Kia Motors do Brasil lançou a nova geração do seu SUV de entrada, o Sportage, no mercado nacional. Totalmente renovado, o modelo – cuja estreia mundial ocorreu na mais recente edição do Salão de Frankfurt – traz visual completamente distinto da versão anterior, com estilo lembra o do Porsche Cayenne, por conta do formato dos faróis e da grade frontal.

Polêmica à parte, o fato é que o SUV transmite maior sensação de requinte e de modernidade, que se confirma ao examinar a parte interna. A versão disponibilizada para esta avaliação, a SX, é a mais sofisticada da linha e possui diversos itens de conveniência, como ar-condicionado automático de duas zonas com saídas para o banco traseiro, chave presencial, partida por botão, acabamento de couro, câmbio automático com acionamento por borboletas e central multimídia com tela sensível ao toque.

Mudanças internas deixaram o carro mais requintado


O melhor é que o modelo também conta com novidades entre os equipamentos de segurança, com destaque para o monitor de ponto cego e o assistente de mudança de faixa, que atuam por meio de câmeras e alertam o condutor, caso outro veículo esteja por perto nas áreas atrás do SUV. Há ainda o alerta de tráfego transversal na traseira, sistema muito útil quando se manobra o carro de ré ao sair de vagas de estacionamento em shoppings, por exemplo.

O conjunto motriz continua o mesmo, ou seja, motor 4-cilindros 2.0 flex, com duplo comando de válvulas e variador de fase na admissão e no escapamento. Devido às exigências da legislação, porém, a potência passou para 167 cv e o torque para 20,2 mkgf (com etanol), redução de 11 cv e 0,8 mkgf em relação ao modelo anterior, respectivamente. De acordo com a fabricante, esse ajuste proporcionou melhor nível de consumo e, consequentemente, de emissões. 
Na pista de testes, o novo Sportage exibiu desempenho elogiável. Para se ter ideia, ele acelerou de 0 a 100 km/h em apenas 10s59, marca muito boa para um SUV. Infelizmente, o consumo não pôde ser aferido, já que a avaliação se limitou ao campo de provas.

O motor é o mesmo, mas teve sua potência reduzida
Em compensação, foi possível constatar que o carro está mais silencioso e confortável ao rodar, graças à adoção de novos materiais no isolamento acústico e à nova suspensão traseira. Na versão avaliada, o novo Kia Sportage custa 
a partir de R$ 134.990.

Nossas medições

Aceleração em segundos
0-40 km/h (m) 2,73 (16,27)
0-60 km/h (m) 4,78 (45,14)
0-80 km/h (m) 7,15 (91,46)
0-100 km/h (m) 10,59 (177,27)
0-120 km/h (m) 14,56 (299,07)
0-140 km/h (m) 20,55 (516,54)
0-160 km/h (m) 29,04 (872,35)
0-180 km/h (m) não atingida
0-200 km/h (m) não atingida
0-400 m (km/h) 17,45 (130,6)
0-1000 m (km/h) 31,88 (163,9)
Retomada
40-100 km/h em Drive 8,32
60-120 km/h em Drive 10,68
80-120 km/h em Drive 7,09