Hyundai HB20 ganha versão esportivada R-Spec

WILSON TOUME
Da CARRO, em São Paulo (SP)
20/01/2016 18:15

Dianteira tem para-choques reestilizados, mas faróis são antigos

Seguindo o caminho de VW Fox Pepper e Ford Fiesta Sport, a Hyundai apresentou o novo HB20 na versão R-Spec. O modelo repete a receita do antigo Spicy ao adicionar apliques diferenciados sem oferecer mudanças mecânicas que justifiquem o apelo esportivo. O R-Spec chega em fevereiro com motor 1.6 de 128 cv e câmbio manual ou automático de seis marchas. A marca, porém, ainda não divulgou preços da versão, que se posicionará entre a Comfort Style (R$ 51.845, com câmbio manual) e a Premium (R$ 59.445, somente automática).

Entre os itens de série há direção hidráulica (e não elétrica, como no HB20X), ar-condicionado analógico, trio elétrico e sistema de som com leitor de MP3 e conexão bluetooth com comandos no volante.

Traseira recebeu saídas de ar falsas

O R-Spec repete o visual do conceito homônimo que antecipou as linhas do novo HB20 no Salão do Automóvel de 2014. Suas principais diferenças estão na grade escurecida exclusiva, para-choque traseiro redesenhado, ponteira de escape cromada, rodas de 15 polegadas diamantadas e retrovisores e antena em preto brilhante. No interior há painel de instrumentos exclusivo, bancos, volante e câmbio com costura vermelha - o tom se repete nas laterais dos assentos de couro.

Interior tem tons vermelhos e painel exclusivo

Excetuando-se pelos para-choque traseiro e mostradores analógicos de temperatura do motor e nível de combustível (que são digitais no resto da linha HB20), o R-Spec é idêntico ao HB20 1.6 convencional, inclusive no conjunto mecânico. A marca argumenta que seu foco é no cliente que busca apenas o apelo visual do esportivo, sem um comportamento dinâmico diferenciado.

Grade em preto brilhante é exclusivo do R-Spec

Turbo em breve
Enquanto o HB20 R-Spec chega só com visual esportivo, a Hyundai segue com os testes da versão turbinada do hatch. A novidade, porém, visa melhorar o desempenho do motor 1.0 de três cilindros sem comprometer o nível de emissões e consumo de combustível. É exatamente como ocorre com o Up! TSI, e futuro rival direto do HB20 turbo. A nova versão se posicionará entre o atual 1.0 aspirado e a 1.6 e deve ter potência na casa dos 106 cv.