Bel e os carros
Isabel Reis conta o seu dia a dia ao volante dos mais variados automóveis

Discovery Sport Diesel não é para fracos!

Motorpress
Da Redação, em São Paulo (SP)
19/07/2016 07:00

Conheci bem o Freelander, que saiu de linha. Mas ainda não tinha rodado com o novo modelo de entrada da Land Rover, o Discovery Sport. Entrada é maneira de dizer, pois o mais baratinho dos Sport custa R$ 217.696. Nesta versão que você vê nas fotos, a sofisticada 2.2 SD4 Turbodiesel HSE Luxury, ele custa a "bagatela" de R$ 295.796.

Land Rover Discovery Sport Diesel Luxury parte de R$ 295.796

O Sport não tem nada a ver com o Discovery tradicional, que parte lá dos R$ 319.420. Sendo sincera, gosto mais do Discovery, um carrão superconfortável e sofisticado. Talvez esse "amor" venha da experiência que tive no seu lançamento anos atrás, no Reino Unido. Foram três dias de um off-road absurdamente forte na Escócia e nos arredores de Londres, na Inglaterra. Das experiências que nunca vou esquecer, a mais impressionante foi despencar morro abaixo e mergulhar até o fundo de um rio. Depois, acelerei embaixo d’água e fui para terra firme, como se nada tivesse acontecido!

Peguei esse Sport sem tempo de falar "boa tarde" para ele. Estava atrasada para o lançamento do novo Kia Sportage, em Itu, SP. Um SUV foi visitar o outro! De cara, me chamou a atenção as cores do revestimento de couro (Windsor) de um tom bege/avermelhado, bem bonito. A má lembrança ficou por conta da minha briga com a regulagem do banco. O Sport não é um carro muito feminino!

Os 17 alto falantes da Meridian dão ao carro uma acústica perfeita. Nem dá para escutar o motor diesel 2.2 de 190 cv, o mesmo do antigo Freelander. Ele é bem equipado, com faróis de xenônio com luzes diurnas de LED, controle de estabilidade com assistente de declive e sistema multimídia com espelhamento para celular. O câmbio é de nove marchas.

 

SUV foi o protagonista da viagem até Ilhabela no litoral norte de SP

Como o motor é diesel, o consumo acaba sendo interessante. No teste feito anteriormente pela nossa equipe, ele fez 14,1 km/litro na estrada e 9,5 km/litro na cidade. Bastante econômico para um carro desse porte, o que talvez justifique o investimento na versão a diesel.

VAMOS VER SE É MACHO, MESMO
O fim de semana prometia, com uma viagem para Ilhabela, no litoral norte de São Paulo. Saí com o meu filho na sexta, perto do meio-dia. Pegamos a Rodovia dos Tamoios, SP, que está muito boa depois de uma grande reforma. Nas curvas, o Sport saiu um pouco de dianteira. Também ficou um tanto "pesado" na retomada de velocidade em subidas. Som na "caixa" e fomos curtindo a vista, através do imenso teto panorâmico.

Chegamos na Ilhabela perto das 16 horas e almoçamos em um restaurante bem charmoso, que indico, chamado Almirante. Ele fica sobre as pedras, a 12 km do centro. Tem uma vista incrível, especialmente no pôr do sol, e a comida é deliciosa. Depois nos hospedamos no DPNY, um dos melhores hotéis do Brasil. Perfeito para relaxar e esquecer de tudo. Fomos diretamente para o SPA com saunas, jacuzzi e piscina aquecida!

Hotel DPNY é perfeito para quem quer relaxar em Ilhabela

Dormimos cedo, pois no dia seguinte iríamos até Castelhanos, do outro lado da Ilhabela. Havia tentado ir uma vez com uma Nissan Frontier, mas a estrada estava muito ruim e precisei voltar. Desta vez, com um Land Rover, não haveria mal tempo que cancelasse a aventura!

Para Castelhanos a trilha funciona sempre em um único sentido. Para quem vai, o horário é das 8 às 14hs. Para voltar, o horário é das 15 às 18hs. São 28 km de estrada e o trajeto leva cerca de uma hora, com um ponto de parada em um mirante e em algumas bicas de água pelo caminho.

Discovery Sport se saiu bem em diferentes tipos de terreno

QUE DELÍCIA DE LAMA!
O sistema de tração do Discovery é muito interessante, com várias formas de dirigir, como as regulagens para rodar na areia ou na lama. O carro realmente se ajusta para essas condições. Além disso, acionando o sistema de controle de descida, não há como errar!

Começamos com o modo "Lama", pois é o que mais existe nessa trilha. A altura do solo e o angulo de ataque deixaram um pouco a desejar, porque o Discovery Sport raspou em muitas pedras. Mas o seu controle de tração 4X4 funcionou perfeitamente nos piores atoleiros. Cruzamos um rio, na estradinha. A submersão máxima do Discovery Sport é de 60 cm e foi muito tranquilo vencer mais esse obstáculo.

Chegamos em Castelhanos e paramos ao lado de um antigo Defender, outro parrudo da marca. Tomamos uma água de coco e curtimos essa belíssima praia, esperando a hora de voltar. Aproveitamos para avaliar o Sport na areia. Muito divertido! A praia tinha uma areia muito fina e fofa. Mas o carro parecia estar em uma avenida! O furo foi ter esquecido de fechar as janelas: entrou areia por todo lado!

Começamos com o modo "Lama", pois é o que mais existe nessa trilha. A altura do solo e o angulo de ataque deixaram um pouco a desejar, porque o Discovery Sport raspou em muitas pedras. Mas o seu controle de tração 4X4 funcionou perfeitamente nos piores atoleiros. Cruzamos um rio, na estradinha. A submersão máxima do Discovery Sport é de 60 cm e foi muito tranquilo vencer mais esse obstáculo.  Chegamos em Castelhanos e paramos ao lado de um antigo Defender, outro parrudo da marca. Tomamos uma água de coco e curtimos essa belíssima praia, esperando a hora de voltar. Aproveitamos para avaliar o Sport na areia. Muito divertido! A praia tinha uma areia muito fina e fofa. Mas o carro parecia estar em uma avenida! O furo foi ter esquecido de fechar as janelas: entrou areia por todo lado!

DE VOLTA À SAMPA
Utilizando o Sport como "bom menino", na cidade, resolvi testar se o seu sistema de terceira fileira de bancos traseiros é mesmo útil. Às vezes, abrir e fechar o sexto e sétimo bancos acaba sendo um trabalhão! Chamei a Cláudia, minha vizinha e amiga, que roda com um SUV, porque precisa de espaço para levar toda família! Ela tirou a tampa do compartimento de carga traseiro, sem dificuldade. Depois, puxou as alças dos bancos e os levantou com facilidade. Para entrar lá atrás, basta rebater o encosto do banco do meio e puxar seu assento para frente: ideal para duas crianças.

Se você tem família e bolso grandes, indico este carro versátil. Mas não se esqueça de levá-lo para a lama de vez em quando, para que o Sport não tenha problemas de personalidade!

Land Rover Discovery Sport Diesel é boa opção para luxo e robustez